Download

Enfim, qual engine escolher.

Olá a todos.
O mercado de desenvolvimento de games brasileiro e composto basicamente por indies e pequenas empresas onde o Unity reina absoluto, depois do anuncio de licenciamento barato do Unreal e Cryengine, qual o cenario que vcs enxergam a curto, medio e longo prazo. Vai haver uma forte migracao para outra plataforma, vai ficar como esta, os desenvolvedores vao esperar um pouco para ver como fica, enfim gostaria da opiniao de vcs, acho que todos estao fazendo essa pergunta, mas gostaria que o foco fosse o mercado brasileiro.
Grato.

Em primeiro lugar, isso depende da visão de cada um. Segundo, para vc tirar uma conclusão absoluta requer total experiencia, seja ela, profissional ou simplesmente por estudos abordando este tema.
Enfim a resposta para sua pergunta principal, relacionado as engines em sí, posso afirmar que o melhor é aquele que lhe aborda com bastante praticidade e facilidade a teu gosto de escolha ou até mesmo para sua equipe caso tenha uma, o gênero ou o tipo de jogo prototipado não há limitações na escolha das engines, pq cada um tem seu método e meritos envolvendo total compromisso e desempenho ao(s) desenvolvedor(es).
O Brasil ainda é um bebê (no meu ponto de vista) no desenvolvimento de jogos, mas quem sabe daqui a alguns anos melhore, tanto na área profissional e estudantil (possibilitando novos recursos, cursos e empregos).

Se vc é bem novo na área, pfv estude mais um pouco, busque o máximo de informações possiveis, incluindo trocas de experiencias nos forums! E bons estudos. :smiley:

Kassane, concordo inteiramente com vc, mas o questionamento que fiz nao eh, qual engine eh melhor e sim como os membros desse forum enxergam no futuro que engine vai prevalecer no Brasil, dado o cenario atual.

Pessoalmente penso que iremos ver um fluxo de pessoas moverem-se de outras engine para o Unreal, porque rapidamente compreenderão o poder e a facilidade de uso desta maravilha.
Todo o pessoal defende a sua engine. Assim que temos que ser objectivos.
A Cryengine embora seja poderosa os termos do seu licenciamento é muito obscuro e apesar de o cry sdk andar por ai faz algum tempo e a não existencia de muita coisa creio que diz tudo.
Muito pessoal foi para a Unity devido ao numero de plataformas que suporta, e no entanto, os jogos publicados são praticamente todos para 1 ou mais destes: pc, mac, ios, android e web - poucos são os que atingem consolas devido aos preços de licenciamento, portanto considerar o numero de plataformas é ridiculo. O pessoal da unity contam com ingenuidade dos jovens que compram a licença pro, apenas para terem sombras e alguns ‘efeitos especiais’.
Agora com o Unreal, temos um sistema de licenciamento claro e conciso. Podemos desenvolver directament para pc, mac, ios, android e como temos o codigo fonte, qualquer programdor experiente pode adaptar e desenvolver para outras plataformas. Temos total acesso ao poder e capacidades da engine, sem restrições. Rapidamente as pessoas dão-se conta do poder do BP fazendo que tenhamos pouca ou nenhuma necessidade de programar para criar um jogo. A Epic teve uma ideia de genio ao lançar a engine neste momento, poque agora eles têm à sua disposição milhares de beta testers o que irá permitir desenvolver a engine mais rapidamente e melhor.

Qual engine escoher, depende das suas necessidades, e do que cada uma oferece. A epic esta oferecendo muitas facilidades agora a um preço modesto, pra mim no momento e a melhor das 3 opções, a medio e longo prazo, vai depender se ela vai continuar no caminho atual, e dos proximos meses que virão os updates esperados, esse canal que a epic abriu para os devs e um ponto muito forte a favor. Ela sempre esteve a frente das tecnologias mais recentes, sobre a popularização da UE4 nao e facil dizer, mas se procurar uma tecnologia que vai ser compativel com as mais modernas, acredito que quanto a isso nao tem o que temer, a UE4 deve ficar bons anos entre as melhores, ja que muitas tecnologias de uns 5 anos atras foram descontinuadas ou pouco atualizadas.

Em projetos futuros, a UE4 vai ter uma grande adesão - seja a curto, médio ou longo prazo. Acredito que para projetos que já estejam caminhando, a Unity reina; para os próximos, as empresas e o mercado em si vão começar a repensar - ainda mais com as condições fáceis que a Epic oferecem para a sua adesão.

olá Marcio, não dá para prever o que o mercado brasileiro ira fazer, mais acredito que a médio e longo prazo o UE4 vai entrar forte no mercado brasileiro, nos próprios fóruns de unity, nos período iniciais a justificativa de muitos de usarem esta engine era o royalty caro cobrado pela Epic Games, o que mudou atualmente. Eu não sei do mercado eu sei de mim e minha empresa, nos vamos abrasar o UE4 e não vamos largar mais… hehehehehe;

Realmente difícil de prever. São dois modelos de negócio diferente. O Unity já colou o pé no Brasil de forma mais consolidada. Possui empresas que usam o Engine e desde o ano passado está fazendo eventos de evangelização (Unite) no Brasil. Mas como o mercado de desenvolvimento de Games no Brasil é ainda muito insipiente, não acredito que a curto prazo a escolha entre um engine e outro vá fazer tanta diferença.

Se você quer aprender um Engine para entrar no mercado nacional a curto prazo, Unity pode ser uma opção melhor. Custo zero de entrada, comunidade e mercado estabelecido. Bom pra aprender.

Se você quer mirar mais alto e a médio e longo prazo UE4 é definitivamente uma boa aposta, porém o material de aprendizado disponível e a comunidade ainda não estão tão maduros. A própria ferramenta ainda está em evolução e segundo a Epic só daqui a uns 6 meses ela estará bem refinada.

A Unity é poderosa. Além disso, tem uma curva de aprendizado menos tênue que a Unreal Engine em si. Se pararmos pra pensar nos jogos que o Brasil produz, a Unity é suficiente pra ser uma solução. Por fim, a Unity ainda tem - como você disse - uma comunidade mais estável e principalmente mais mão de obra.

Viva,
Eu tenho uma questão que ainda não encontrei em lado nenhum, eu desenvolvo um jogo por exemplo de FPS mas e quais são os requisitos finais do jogo ou varia muito? Suporta DX9 e 10?

Varia muito. Você deve fazer o teste por você mesmo - mensure através do seu próprio hardware. Tem um hardware bom e roda a 60 FPS? Então use as suas especificações como recomendadas e calcule, simbolicamente, um requerimento mínimo.

Sobre as APIs, a Unreal Engine 4 é só suportada por DX10 ou 11 - sem chance para o 9.

Quando o MarketPlace do UE4 estiver totalmente operacional, UE4 crescerá muito mais rapidamente e ganhará muitos adeptos. Atualmente a Asset Store do Unity vem segurando a plataforma, porque muita gente Indie se agarra a códigos e assets de terceiros para criar seus jogos mais rapidamente, o que é válido

Concordo. =)

Para desenvolver um jogo, sendo expecificamente o seu primeiro jogo ou qq outro, requer muito trabalho e dedicação, sempre será necessario avaliar e reavaliar, para que vc e sua equipe esteja confiante do que está fazendo a cada instante.

Em relação ao q o usuário TechMedia disse, tbm concordo, sendo q uma das melhores fomas de aprender é com um conteúdo exemplar, tendo em mãos o protótipo pronto para uso/teste, mas isso só ocorre se vc estudar esse protótipo e não simplesmente copiar e colar como se fosse nada ou uma simples frase ou termo.

Eu mexo em engines (Unreal, Cry, uni), procuro em conteúdos sendo designer, programação, ou oq for preciso para me dedicar e procurar algo que me encaixe e q me deixe a vontade. Tenho dificuldade em programação C++ (sou programador Pascal), estou buscando mais conteudos sobre designer (3dsmax, maya,c4d,blender…), sobre a própria engine que estamos vivenciando para uso de forma total e livre, mas tbm estou sempre aberto para outros e outros conteuúdos, não importa o tipo de software ou de conhecimento. Como um velho ditado diz: “Conhecimento é poder” e “Sabedoria é eterna”.

E o OpenGL quando vai estar disponível?

Já suporta o OpenGL e OpenGL ES. O engine está disponível para Mac OSX e faz deploy tanto pra Android e iOS.

Posso estar errado, mas minha aposta é para a CryEngine, a única coisa que estava segurando ela (penso eu) era o valor da licença.
Pequenos desenvolvedores sequer eram atendidos pelo email se não apresentassem um projeto decente. Estavam seletos demais para permitir qualquer jogo tosco usando a assinatura da Cry.

Agora com o novo programa de pagamento mensal $10 for everyone, sem taxas de vendas, a CryEngine deve disparar, principalmente pelo preço ser mais baixo que a UE4.
Acho Perceberam que ninguém estava usando a ferramenta além deles mesmos e não estavam lucrando suficiente com a engine.

Com certeza o pessoal da Unity já começaram a fazer reuniões para tomar alguma medida a partir de maio, pois além de possuírem a mensalidade mais cara ($75), é a ferramenta menos “refinada” das duas e só contará com os antigos desenvolvedores e amantes da ferramenta.

Aqui no Brasil, se eu tivesse uma pequena empresa de games nem pensaria duas vezes, iria para a Cry engine. (se ela realmente manter esse programa de pagamento mensal sem taxas). Cry engine na minha opinião é fácil de se manusear, a interface é praticamente a do 3D Max e tão poderosa quanto UE, C++ uma versão do blue print também para não programadores, …

UE4 é para longo prazo, esperar aparecer mais video aulas / tutoriais / livros, nem documentação tem para acesso offline! Como pode? Estou querendo aprender mas não tem um manual offline para acesso! Ainda estão matando as baratas dentro de casa. Mas respondendo a pergunta, acho que o império da Unity parou a partir de agora no Brasil. Eu mesmo vou repensar se faço o update para a versão 5. Valeu pela facilidade de acesso na criação de games, Unity foi a engine feita para o Povão, temos que agadecer ao preço relativamente “justo” cobrado pela empresa até hoje, e não os milhares de dólares como outras engines.

Criei esse tópico justamente para ver as opiniões e com isso verificar uma tendência, pois ninguém aqui tem bola de cristal, muito menos eu.
Na minha modesta opinião, pelo pouco que andei pesquisando, acho que Unreal , apesar de ser uma completa ferramenta de desenvolvimento para grandes equipes AAA, ainda tem muito chão pela frente para atender o público indie, vai pelo menos 1 a 2 anos se continuarem querendo atrair esse público.
Na prática é uma ótima ferramenta para estudo e projetos grandes feitos por apaixonados sem pretensão comercial ou equipes formadas por integrantes de grandes estúdios de desenvolvimento que já trabalharam com o Unreal em grandes projetos comerciais e que agora com o acesso mais fácil podem se juntar em grupos e dedicar a projetos indie que sempre sonhavam em fazer.
No caso da Cryengine penso que será a mesma coisa, mas como ainda não saiu, vamos esperar pra ver.
Eu como usuário da Unity desde a versão 1.x (quando só tinha pra mac), ainda não vejo no momento opção mais vantajosa considerando a parte comercial, o nosso país, nossas condições e nossos recursos, mesmo sendo a licença mais cara entre as três, mas a única que tem uma versão free bastante funcional.

Eu acho perigoso, no momento, uma empresa entrar de cabeça em um projeto feito no UE4. Está instável ainda, muitos bugs, aqui na minha máquina sem adicionar nada no cenário a CPU fica a quase 30% (intel core i7 3.40). Tem algum código problemático e já reclamaram disso no suporte.
Outras engines sequer chegam a 1% de CPU com cenário montado.
Talvez nesse primeiro ano de disputa de engines não consigamos ter uma visão dos abalos causados no mercado. Muitas empresas vão estar colocando funcionários para treinamento nas novas ferramentas que antes eram inviáveis.

Bom, nesse assunto, tudo deve ser levado em conta:

Hoje, a indústria no Brasil ainda é muito fraca para lidar com jogos com a UE4 ou Cryengine em alta escala (leia-se: jogos AAA), portanto a Unity é a melhor solução por hora, além dela ser a menos pesada entre as três, ela é a mais fácil de se usar.
A Unreal é incrível, ela ´amigável a todos os tipos de desenvolvedores, só o Material Editor que meio que me encomoda.
A Cryengine também é incrível, porém, a cada update, ela muda várias coisas, o que dificulta no desenvolvimento do jogo, sem falar que não tem compilador.

Portanto, pra mim, a Unreal e Unity levam a taça.